Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Lost In Wonderland

"Who in the world am I? Ah, that's the great puzzle." — Lewis Carroll

"Who in the world am I? Ah, that's the great puzzle." — Lewis Carroll

Lost In Wonderland

15
Fev17

Review | The Spectacular Now

wonder girl

⋆⋆✩✩✩

The Spectacular Now é um livro da autoria de Tim Tharp e fez parte das minhas leituras do passado mês de janeiro (mais precisamente, do dia 11 até 24 de janeiro). Descobri este livro por acaso e fiquei interessada, porque me lembro de ter gostado de ver o filme.

Vou explicar-vos a minha classificação de 2/5 estrelas. É relativamente simples, para ser sincera.

Conhecendo o filme, eu esperei que, quase que naturalmente, eu fosse preferir o livro. Fiquei surpreendida ao compreender que, na verdade, aconteceu exatamente o oposto neste caso em particular.

Não é que eu ache que o livro é mau. Não é uma má história. Mas eu espera mais, para ser sincera. E vê-se o crescimento da personagem principal, mas mesmo assim, não posso dizer que seja uma das minhas personagens preferidas.

Sinto que demorei anos a ler este livro, porque, nos primeiros dias, segundo os meus registos (momento de agradecimento ao goodreads), eu pouco li. Na verdade, a partir de dia 21 é que parece que comecei a ler o livro, praticamente.

Com isto, podemos concluir que foi uma história que não me prendeu muito (acho que também foi um pouco influenciado por ser um livro que tinha no telemóvel e andava a ler por lá), mas consegui tolerar e concluir a leitura.

Vamos, então, focar-nos nos pontos positivos: Shutter é uma personagem que passa por um crescimento e um caminho de descoberta, mesmo que possa não ser completamente satisfatório para o leitor (dependendo das suas expectativas); é abordada a importância de uma pessoa ser independente e se autodescobrir, lutando pelo que quer e por aquilo em que acredita; há uma clara abordagem a problemas alcoólicos (que, às vezes, até parece demais, mas, se formos a pensar bem, é realista na época em que estamos e o fácil acesso que se tem a estas bebidas). O maior ponto positivo para mim é o quão realista conseguiu ser (principalmente o final, que vou optar por não spoilar para ninguém).

Já leram este livro? O que acharam?

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D